Piadas sem palavrão

Piadas sem palavrão

PIADA 1 - Ajudando o anão
      Num carro de metrô, um anão começou a escorregar pelo banco e um outro passageiro, solidário, o recolocou na posição.
        Pouco depois, o anão escorregou novamente e o mesmo passageiro o recolocou no assento. Quando a situação se repetiu pela quinta vez, o homem, já irritado, esbravejou:
         - Será que você não consegue ficar sentado sem escorregar?
        Ao que o anãozinho respondeu:
        - Meu amigo, já passamos por cinco estações, estou tentando desembarcar, mas o senhor não deixa!
PIADA 2 - A loira vai ao médico
      Uma loira foi ao médico porque não estava se sentindo bem, o médico disse:
        - Tome esse remédio e se sentirá melhor.
        Depois de uma semana a loira voltou com os mesmos sintomas. O médico questiona:
        - Mas você tomou o remédio que eu receitei?
        E ela responde:
        - Impossível, doutor! No vidro dizia: "Conserve fechado"
PIADA 3 - Detector de ladrões
      Um aparelho de detectar ladrões foi inventado nos Estados Unidos. Os inventores logo disseram:
         -Vamos botar em Nova Iorque para testar.
        Eles botaram e em uma hora ele detectou 30 ladrões.
        -Funcionou!!! Vamos botar na Inglaterra.
        Eles botaram e em meia hora detectou 50 ladrões. E exclamaram:
        -Esse aparelho é muito bom! Vamos usar muito!!!
        Usaram mais 3 vezes: em París, na Suécia e na Suíça. Foram 205 ladrões, em apenas 20 minutos.
        Então disseram:
        -Nossa! Um país que a gente precisa mesmo botar é no Brasil.
        Então vieram pra cá e colocaram.
        O final: em cinco minutos, roubaram o aparelho.
PIADA 4 - O bêbado e os apartamentos
      Duas da madrugada, o bêbado começou a apertar a campainha dos apartamentos do 1º andar e vai perguntando:
        — Por gentileza, madame! O seu marido está em casa?
        — Tá sim, seu bêbado maldito. O que você está querendo, hein? Vai incomodar a tua mãe! - disse uma mulher muito nervosa, pelo interfone.
        Toca nos apartamentos do 2º andar:
        — O seu marido tá em casa, madame?
        — É claro que sim, meu marido está dormindo, seu chato!
        E por aí foi. O cachaceiro seguiu enchendo o saco das mulheres do prédio inteiro, até que, tocou no último andar:
        — O seu marido está, minha senhora?
        — Não, não está! - disse uma mulher, furiosa.
        — Então a senhora pode descer aqui, pra ver se sou eu?



     



contato@charadaslegais.com.br

Política de Privacidade